Resultados para: "bebe que engole o parto"

Você está a ver bebé , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa bebe que engole o parto. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

O que é o mecónio?

O mecónioo as secreções dos intestinos do seu bebé. É castanho-escuro ou esverdeado e de textura pegajosa e granular. O mecónio começa a formar-se logo às 12 semanas de gestação e contém células mortas da pele e restos do líquido amniótico que o bebé engole e digere durante a gravidez. Em geral é expelido depois do parto, com as primeiras fezes, mas pode sair na gravidez ou no trabalho de parto, podendo ser um sinal de que o bebé está em sofrimento. Se for visto mecónio antes do parto, o bebé será cuidadosamente monitorizado durante o trabalho de parto e parto. Ler Mais...

O que é um parto assistido?

Um parto assistido é quando se usam fórceps ou ventosas de aspiração, para ajudar a retirar o bebé do canal de parto, se o bebé não estiver a ter um bom progresso durante o trabalho de parto ou se houver complicações durante a segunda fase do trabalho de parto, num parto vaginal. Ainda assim, você continuará a ajudar a expulsar o bebé com as suas contrações, mas o instrumento utilizado ajudará a guiar o bebé através do canal de parto. Ler Mais...

Qual é a razão para as cólicas?

Muito se tem debatido sobre a origem das chamadas «cólicas do latente». Há quem as atribua ao ar que o bebé engole, quem diga que a origem está numa certa reação de intolerância ao leite de vaca (visto serem mais frequentes nas crianças alimentadas com substitutos do leite materno), ou quem defenda tratar-se de uma reação natural ao stresse do parto e dos primeiras semanas de vida. E ainda temos que contar com a imaturidade intestinal que faz com que certos segmentos intestinais se «fechem», de vez em quando, provocando dilatação nos anteriores e causando dor. Provavelmente toda a gente tem a sua parte de razão, ou seja, haverá certamente vários mecanismos envolvidos, embora o motivo predominante varie de criança para criança. Ler Mais...

Tive um parto com fórceps pois no fim estava demasiado cansada para fazer força. É provável isso voltar a acontecer?

Um parto assistido é mais comum num primeiro parto do que nos subsequentes. A primeira gravidez e parto causam o alongamento dos ligamentos pélvicos, o que pode facilitar os partos subsequentes e o útero tem mais facilidade em se contrair na segunda e nas vezes seguintes, o que também em geral significa que o trabalho de parto é mais curto. Por vezes, mesmo que a cabeça do bebé não esteja na melhor posição para o parto, por exemplo, se o bebé estiver em posição posterior, em que a parte de trás da cabeça está contra a espinha e o fundo das costas da mãe, poderá ser feito um partoo assistido num segundo parto. Assim, é possível, mas não certo, que tenha um parto vaginal normal da próxima vez. Ler Mais...

Os partos naturais ou na água são melhores para o bebé? Devo pedir à minha mulher para fazer um?

Muitos especialistas em nascimentos concordarão que um parto vaginal sem problemas é a forma mais segura de parto tanto para a mãe como para o bebé. Também em geral se considera seguro o uso da água como método para aliviar a dor nos trabalhos de parto sem complicações. Contudo, por vezes não é possível conseguir um parto vaginal sem problemas devido a certas situações que podem surgir durante a gravidez, o trabalho de parto e/ou o próprio parto. Se ocorrer um problema com a mãe ou com o bebé, a equipa médica aconselhará qual o parto mais seguro para o bebé. É importante que a sua companheira pense no tipo de parto que prefere e queo tente nada com queo se sinta confortável. Portantoo é na realidade a sua função tomar decisões em vez da sua companheira e também será acertado estar preparado para ser flexível e ver como o trabalho de parto se desenrola. Ler Mais...

Posso utilizar a piscina de parto para o trabalho de parto e parto se já tiver tido uma cesariana anteriormente?

Infelizmente, recomenda-se que se tiver tido anteriormente uma cesariana, os batimentos cardíacos do seu bebé e as suas contrações precisarão de ser monitorizados continuamente durante o subsequente trabalho de parto e parto, o queo pode ser feito numa piscina de parto. A razão para uma monitorização contínua nesta situação é que há uma probabilidade, embora bastante pequena, de uma rutura do útero. Isso por vezes não causa dor e a única indicação pode ser a alteração dos batimentos cardíacos do bebé. Se decidir que quer um trabalho de parto e um parto na água depois de ter tido uma cesariana, a escolha é sua, mas deve estar completamente consciente dos riscos. Ler Mais...
Bebe que engole o parto | Para Pais.