Resultados para: "bebe com mao inchada"

Você está a ver alimentação , criança e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa bebe com mao inchada. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, gemeos escondidos barriga, cesaria inflamada, cesariana inflamada, colo do utero dilatado fotos, bucentinha infantil.

Balanite

Chama-se balanite à inflamação ou infeção da glande, que é a zona que está debaixo do prepúcio (pele da pilinha). Pode ocorrer em qualquer idade. O aspeto é de uma pilinha com a ponta inchada, vermelha, com corrimento que pode ter várias cores: branco, amarelado ou esverdeado, mas que é geralmente espesso. Por vezes há queixa de dor ao fazer xixi. A balanite é muito comum - na idade das fraldas, há fatores que podem aumentar a frequência da infeção, como o ambiente quente, húmido e escuro da região genital, com a proximidade das fezes. A fimose (aperto da pilinha) é outro fator que ajuda. O tratamento da balanite assenta na aplicação de uma pomada com antibiótico durante 4 ou 5 dias, e limpeza (depois de passar a fase de maior inchaço). Em casos de repetição, ou naqueles em que a criança fica com dificuldade a fazer xixi, poderá ser necessária a circuncisão. Ler Mais...

Os primeiros sinais da gravidez

O primeiro sinal mais óbvio de que está grávida é a falta do período. Outros sintomas comuns do início da gravidez são o sentir-se extremamente cansada e inchada, os seios ficam muito mais sensíveis, aumenta a necessidade de urinar e pode sentir um maior ou menor desejo sexual, embora estes sintomas possam ocorrer antes da menstruação. Algumas mulheres também experimentam um pequeno sangramento por altura do tempo do seu período, o que pode ser confundido com um período leve, que ocorre quando o óvulo fertilizado se implanta na parede do útero. Também poderá sentir um sabor metálico na boca, náuseas ou vómitos - descritos como enjoos matinais, embora possam acontecer a qualquer hora do dia. Algumas mulheres não experimentam sintomas nenhuns. Ler Mais...

Quais são os sintomas?

Os sintomas têm a ver principalmente com a lesão que os vírus provocam ao nível do nariz a parede nasal fica inchada, o que faz aumentar a obstrução e a sensação de -nariz cheio-, e o nariz produz também mais muco, que ó uma forma de combater os agressores. Isso ainda aumenta mais a oclusão nasal. Primeiro as secreções são claras, tipo «aguadilha», mas podem depois tornar-se mais espessas e brancas ou amareladas. Finalmente, poderão ficar esverdeadas, o que em alguns casos indica já um envolvimento também de bactérias, mas nestes casos a constipação também se acompanha de outros sintomas (febre alta, por exemplo) e dura mais do que os dois, três dias «da praxe» é sinal que a constipação se quer instalar para ficar». Os sintomas gerais, que não chegam a ser muito fortes mas podem ser suficientemente incomodativos mal-estar, febre muito baixa, vontade de descansar, resultam da passagem de alguns vírus pelo sangue, mas são de curta duração - ao fim de dois dias, se tudo correr bem, a pessoa melhora. Ler Mais...

Fontanelas

Todos os recém-nascidos têm, no alto da cabeça, dois espaços abertos: a fontanela anterior e a posterior, também conhecidas como moleirinhas. As fontanelas têm várias funções. Uma delas, muito prática, é permitirem que os ossos da cabeça se comprimam e até se cavalguem uns aos outros, durante a passagem pelo «canal de parto» vaginal. Outra razão para a sua existência é permitir um espaço para o crescimento dos ossos. Se, como se escreveu atrás, os ossos estivessem já colados, então o cérebro não poderia crescer. A fontanela anterior, delimitada pelos ossos frontal e parietais, é a maior e a que mais demora a fechar. O tamanho é muito variável, conforme o bebé, e até há bebés em que, cedo, a fontanela parece ter desaparecido. Na esmagadora maioria dos casos não é isso que acontece. O que se passa é que os ossos estão unidos uns aos outros (tendo desaparecido o buraco, pelo menos tanto o que os nossos dedos conseguem apurar), mas não estão colados, e vão continuando a crescer. A medição do perímetro cefálico regular, como se faz nas consultas, e a verificação de que a curva é normal (e que o bebé não tem sintomas nem sinais de doença, claro!) serve para mostrar que está tudo a correr bem. A fontanela anterior encerra geralmente entre os 12 e os 18 meses de vida, mas com grandes variações entre crianças. A fontanela posterior é mais pequena e encerra geralmente nos primeiros dois meses. A fontanela é uma parte do bebé que, frequentemente, impressiona os pais. Ainda por cima, como os vasos passam perto, é muito frequente a fontanela pulsar e sentirem-se batimentos rítmicos, idênticos aos batimentos cardíacos. O choro dos bebés também faz com que a fontanela fique mais pulsátil. Há pais que nem conseguem tocar na fontanela. Mas podem fazê-lo, porque embora não haja ali osso, há camadas musculares, aponevroses e muitas estruturas que não deixam que se «carregue no cérebro» directamente,.. Outro aspecto em que a fontanela é fundamental, é na avaliação da pressão dentro da cabeça. É um sítio precioso para, por exemplo, nos casos de vómitos e diarreia, perceber se o bebé está desidratado «neste caso a fontanela estará deprimi» da e afundada. Nos casos em que há aumento de pressão dentro da cabeça, como por exemplo numa meningite, a fontanela está inchada e saliente. Ler Mais...

Como devo pegar no meu bebé quando estiver a dar o biberão?

Dar o biberão pode ser uma ocasião fantástica para criar laços com o seu bebé, mantendo-o bem juntinho a si. Procure uma boa posição para si e para o bebé - tenha era conta se é destra ou canhota e a idade e tamanho do seu bebé. Pode aconchegar o bebé ou simplesmente sentá-lo no seu colo. Reduzirá a formação de gases se der o biberão ao seu bebé com ele o mais erguido possível. Também não se esqueça de inclinar o biberão para que a tetina e o gargalo estejam sempre cheios de leite e nunca deixe o bebé tomar o biberão sem estar acompanhado, deixando o biberão apoiado. Peça mais conselhos à sua parteira ou pediatra. Ler Mais...

RH negativo

O sangue de cada pessoa carrega um factor rhesus (factor RH), que é positivo ou negativo. Se uma mulher tiver RH negativo, surgem problemas se o bebé tiver RH positivo que herdou do pai. Se, durante o parto, o sangue da mãe entrar em contacto com o sangue do bebé, pode produzir anticorpos contra o bebé. Em geral, isto não afecta um primeiro bebé, mas pode causar problemas em gravidezes subsequentes quando os anticorpos da mãe atacam as células de outro bebé RH positivo. Ler Mais...
Bebe com mao inchada | Para Pais.