Resultados para: "banho para ajudar secar os pontos de parto"

Você está a ver leite , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa banho para ajudar secar os pontos de parto. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Depois de uma episiotomia como aliviar o desconforto dos pontos

Se fez uma episiotomia, o seu períneo poderá ficar bastante desconfortável depois do parto, pois a pele envolvente pode inchar, obrigando os pontos a esticar e o sentar-se torna-se bastante difícil. Eis algumas formas aliviar esse desconforto. Sente-se num anel de borracha para retirar a pressão dos pontos e permitir-lhe que relaxe. Aplique uma placa de gel gelada na zona, ou peça à sua parteira ou médico para lhe receitarem um creme ou spray analgésico. Tente agachar-se sobre a sanita quando urinar pois isso evita que o ácido da urina corra para os pontos. Lave e seque a zona com cuidado depois de ir à casa de banho. Um banho quente ou um duche podem acalmar. Depois de se lavar, seque a zona com cuidado batendo suavemente com uma toalha. Ler Mais...

Serei rasgada quando o bebé sair?

Algumas mulheres rasgam um pouco durante o nascimento dos seus bebés. Infelizmente, é impossível dizer se você irá rasgar ou não até ao preciso momento do parto. Alguns rasgões só atingem a pele e não precisam de pontos. Contudo, outros podem envolver a pele e os músculos por baixo dela e o canal vaginal e isso irá necessitar de pontos. Os pontos serão dados por uma parteira ou um médico experientes depois de lhe ser dada uma injeção de anestesia local. Há algumas provas que indicam que se massajar o períneo, que é a área entre a vagina e o ânus, durante a fase mais adiantada da gravidez pode ajudar a evitar rasgões. Permitir que a cabeça do bebé saia lentamente também pode ajudar a evitar rasgões. Ler Mais...

O que é um parto assistido?

Um parto assistido é quando se usam fórceps ou ventosas de aspiração, para ajudar a retirar o bebé do canal de parto, se o bebé não estiver a ter um bom progresso durante o trabalho de parto ou se houver complicações durante a segunda fase do trabalho de parto, num parto vaginal. Ainda assim, você continuará a ajudar a expulsar o bebé com as suas contrações, mas o instrumento utilizado ajudará a guiar o bebé através do canal de parto. Ler Mais...

Posso tomar banho depois de as águas rebentarem?

Se não houver complicações na sua gravidez e no seu trabalho de parto, então poderá tomar um banho, o qual poderá também ser utilizado para aliviar a dor. Sem dúvida que utilizar água no trabalho de parto tem sido avaliado em muitas experiências e a maioria demonstra que as mulheres dizem sentir uma significativa redução na dor. Estudos concluíram não haver aumento no risco de infeção nas mulheres que tomam banho a seguir à rutura espontânea das suas membranas. Se está insegura acerca disto, pergunte à sua parteira quais as diretrizes do seu hospital local, pois muitas maternidades têm políticas específicas para assegurar uma prática segura no que se refere ao uso da água tanto no trabalho de parto como no parto. Ler Mais...

Lidar com a prisão de ventre – Ajudar os seus intestinos a funcionar depois do parto

É comum os intestinos ficarem bastante preguiçosos depois de dar à luz, pois os seus músculos abdominais foram esticados durante a gravidez e assim exercem menos pressão, o que diminui o movimento das fezes através dos intestinos causando prisão de ventre. Também se poderá sentir desconfortável depois do parto e preocupada por pensar que o esforço de evacuar pode danificar os pontos se os tiver. Contudo, isso é muito improvável. A melhor forma de evitar a prisão de ventre é beber muitos líquidos por dia, de preferência água (também é importante se estiver a amamentar) e comer muitos alimentos ricos em fibra como truta fresca e frutos secos, cereais e outros alimentos integrais. Logo que tiver recuperado do parto, podeajudar os seus intestinos a tornarem-se mais eficientes com um exercício moderado que tonifique os músculos abdominais. Ler Mais...

A minha mãe teve depressão pós-parto. Eu não quero ter. O que posso fazer para me ajudar a mim mesma?

O facto de que tem consciência da depressão é a maior ajuda. Deverá mencionar ao seu médico a existência dela na família, para que ele esteja prevenido para um problema potencial. Estar preparada para a vida com um novo bebé pode ajudar a evitar a depressão. Por exemplo, antes do parto, adiante as tarefas domésticas e tenha a cozinha bem fornecida de refeições nutritivas fáceis de preparar. Fale com o seu companheiro, amigos e familiares para ver se eles podem ajudar a preparar uma refeição ou a comprar pão e leite. Se se julgar que corre um risco elevado de depressão, por exemplo, se se sentiu deprimida na gravidez, se tem um historial de depressões ou se teve um parto traumático, pode falar com o seu médico sobre outras medidas preventivas. Por vezes, injetam-se altas doses de progesterona depois do parto, que vão sendo diminuídas durante oito dias. A mãe utiliza então pessários de progesterona até a menstruação começar. Este tratamento ainda não está comprovado, mas resultados anteriores indicam que por vezes pode ajudar. Ou podem tomar-se antidepressivos numa fase adiantada da gravidez. Há diferentes pontos de vista sobre isto, com muitos médicos a acreditarem que expor o bebé a antidepressivos na gravidez não é o ideal, enquanto outros acreditam que o benefício que traz para a mãe ultrapassa o risco do bebé. Ler Mais...
Banho para ajudar secar os pontos de parto | Para Pais.