Que tipo de queimaduras há?



As causas das queimaduras são várias:

líquidos quentes – tachos e panelas que basculam e se equilibram mal no fogão ou que são transportados do fogão para cima da mesa e apanham, nesse movimento, uma criança; sopa, café ou chá que estão em chávenas ou canecas a que a criança tem acesso, entornando ou carregando no pires e fazendo com que o objeto se volte por cima de si, designadamente da sua face; água demasiado quente na torneira (geralmente quando estão próximas do esquentador); água a ferver, biberões ou papas aquecidos em microondas (se não houver o cuidado de mexer ou agitar e ver a temperatura final); a queimadura do banho quando, na ausência de misturadora, a mãe ou o pai deitam água a ferver para uma tina e enquanto vão buscar a água fria para temperar a criança salta para dentro da tina;

chamas – lareiras e braseiras (e incêndio a partir delas), churrascos (muitas vezes ativados por álcool que, sem se ter noção das consequências, se deita para avivar as chamas um gesto facilmente imitado por crianças), aparelhos a gás (camping), brincadeiras com fósforos e isqueiros;

objetos quentes – placas de fogão, portas de forno, lareiras com recuperador de calor e placa, radiadores, ferros elétricos, escapes de automóveis… – a criança encosta-se a estes objectos ou, no caso dos ferros, por exemplo, puxa o fio;

elétricas – tomadas desprotegidas ao alcance de crianças que gatinham, fichas sobreaquecidas por excesso de ligações, fios elétricos degradados, ausência de disjuntores…

químicas – produtos corrosivos de uso doméstico (limpeza e outros), pilhas elétricas, etc.

Comentários

Que tipo de queimaduras há? | Para Pais.