Que probabilidades há de um bebé morrer em trabalho de parto ou pouco depois do parto?



A morte de um bebé durante o trabalho de parto é, geralmente, causada por falta de oxigénio durante o trabalho de parto, possivelmente devido a problemas com a placenta ou a algum dano causado no bebé durante o trabalho de parto e parto. Contudo, hoje em dia isso é muito raro graças à monitorização da mãe e do bebé, durante o trabalho de parto e de se saber lidar com os sinais de sofrimento. Quando um bebé morre nas primeiras quatro semanas de vida, isso é conhecido como morte neonatal, o que afeta cerca de 3 em 1000 bebés. As mortes neonatais ocorrem em geral em bebés muito prematuros que possam ter dificuldades respiratórias ou em bebés com anomalias cromossómicas ou genéticas graves. A infeção costumava ser uma causa significativa de morte neonatal, mas agora é rara. Para os casais que perderam um bebé nestas circunstâncias, é importante aceitarem que é extremamente improvável que isso esteja relacionado com alguma coisa que eles fizeram ou deixaram de fazer.

Comentários

Que probabilidades há de um bebé morrer em trabalho de parto ou pouco depois do parto? | Para Pais.