Que fazer em caso de corte



A maioria dos cortes podem ser tratados em casa. Se os cortes são mais profundos ou nos casos em que não se consegue estancar a hemorragia, é necessário tratamento médico de emergência.

  • limpe a ferida e pressione o corte, com gaze estéril ou uma toalha limpa;
  • se ainda aparecer sangue, coloque outra gaze e pressione;
  • depois, já na fase de cicatrização, deve aplicar-se um creme hidratante, ou vaselina, para evitar que fique uma cicatriz definitiva.

Contacte o médico se:

  • a ferida for profunda ou os bordos estiverem muito separados;
  • for no lábio e apanhar a transição para a pele;
  • continuar a sangrar mesmo sob pressão (deverá estancar depois de 5 minutos);
  • for devida a mordedura (de animal ou humana).

O corte requer um tratamento de emergência se:

  • houver uma parte que foi amputada, parcial ou totalmente (dedo, por exemplo);
  • o sangue sai, vermelho vivo, e em golfadas (significa que vem de uma artéria, que tem muito mais pressão);
  • não se consegue controlar (por exemplo, as toalhas ficam repletas de sangue);
  • a criança sente-se muito mal e o estado geral está a deteriorar-se.

Comentários

Que fazer em caso de corte | Para Pais.