Qual a diferença entre uma maternidade e o serviço de obstetrícia de um grande hospital?



As maternidades são dirigidas apenas a servir grávidas e puérperas. Podem estar situadas junto a um grande hospital ou num local completamente separado. Alguns hospitais têm serviços de obstetrícia mais humanizados do que outros. Todos têm acompanhamento médico mas em alguns (ver à esquerda), as parteiras providenciam todos os cuidados numa área específica da unidade materna.

Como a maioria das mulheres dá à luz sem necessidade de intervenção médica, essas unidades providenciam uma boa alternativa aos ambientes hospitalares mais especializados. O ambiente numa maternidade tem tendência a ser mais relaxado e flexível, o que pode atraí-la se quiser uma atmosfera de parto caseiro com apoio adicional. Também terá apoio contínuo das parteiras e até pode ser assistida pela mesma parteira durante todo o trabalho de parto e parto. Além disso, as parteiras das maternidades têm muita experiência em conduzir um parto sem intervenção médica. Assim, todos estes fatores aumentam as suas probabilidades de ter um parto sem problemas. Para ter o direito a ter um parto num destes serviços, terá de ter uma gravidez sem complicações e não querer cuidados médicos especializados ou o trabalho de parto e o parto monitorizados. Se ocorrerem complicações no trabalho de parto ou no parto, numa maternidade poderá ser transferida para o hospital mais próximo, embora isso seja uma ocorrência rara, pois a maioria das mulheres das maternidades são atendidas até ao fim na própria maternidade. Se tiver o trabalho de parto numa maternidade normal, pode ser sujeita a uma série de políticas e não ter o mesmo grau de flexibilidade. Contudo, terá acesso a uma epidural e, se for necessário uma intervenção de emergência, os médicos estarão à mão.

Comentários

Qual a diferença entre uma maternidade e o serviço de obstetrícia de um grande hospital? | Para Pais.