Quais são as causas?



Atualmente crê-se que a enurese noturna não tem só uma causa e que, assim, vários dos seguintes fatores poderão estar implicados:

• Fator genético – é muito importante. Sabe-se, por exemplo, que se ambos os pais tiveram enurese quando crianças, a percentagem de filhos que a terá é superior a 75%: se só um deles teve, a percentagem é de cerca de 40%; se nenhum dos pais teve, a percentagem é apenas de 15%;

• Capacidade pequena da bexiga – pensa-se ser talvez a causa mais comum;

• Sono «pesado» – a enurese ocorre na fase do sono em que o sono é mais profundo, uma fase em que a criança não se apercebe da necessidade de urinar;

• Causas psicológicas – excetuando os casos bem identificados de enurese transitória associada a stresse e a traumas emocionais ou ambientais, não há dados que permitam afirmar convictamente que os fatores psíquicos são causa de enurese. Pelo contrário, crê-se que o aparecimento de problemas psicológicos é mais um efeito da enurese (e da maneira negativa como o problema é encarado em casa) do que a sua causa;

• Outros fatores – os maus hábitos de higiene, o treino inadequado dos hábitos de toilette (seja demasiadamente precoces ou tardios) ou uma atitude agressiva pelo fato de a criança molhar a cama podem, em alguns casos, ser os responsáveis pelo aparecimento ou prolongamento da situação;

• Doenças – são responsáveis por menos de 5% dos casos. Contudo, dado que são na maioria curáveis e/ou podem ser sinal de doença grave, tem de se proceder à sua identificação precoce. Entre estas causas destaca-se a infeção urinária, as parasitoses ou a prisão de ventre crónica.

Comentários

Quais são as causas? | Para Pais.