Os «quatro cavaleiros» da cárie



São quatro os fatores necessários formação das cáries:

• Dentes;
• Bactérias;
• Hidratos de carbono;
• Fator tempo.

Se pensarmos bem, e sem um esforço adicional, mas adquirindo hábitos e ensinando algumas regras, podemos atuar em todos estes fatores – basta uma dieta saudável, uma boa higiene oral e visitas regulares ao médico dentista.

Por incrível que possa parecer, as cáries dentárias na dentição de leite são uma das doenças mais comuns da infância. Existe particularmente um padrão particular de cárie que ultrapassa, em incidência, muitas outras doenças – é a chamada cárie precoce da infância ou síndroma do biberão.

A síndroma do biberão caracteriza-se pelo aparecimento rápido de cáries profundas em crianças pequenas, devido à exposição frequente, por longos períodos de tempo, a líquidos contendo açúcar.

Os dentes da frente e de cima são os mais afetados.

Os estádios precoces caracterizam-se por uma mancha branca tipo giz devido à descalcificação causada pelos ácidos produzidos pelas bactérias da boca. Um estádio mais avançado pode aparecer como uma coloração acastanhada ou negra, com grande destruição da coroa dentária e exposição da raiz na linha da gengiva. Os dentes podem ficar totalmente destruídos.

As manifestações deste problema incluem dor, infeção, abcessos e dificuldade em mastigar. Pode causar também atraso no crescimento, problemas na posição dentária e problemas da linguagem, associado a cáries na dentição permanente. Se os dentes de leite estão muito destruídos por cárie, não são capazes de ajudar a guiar os permanentes para a sua posição, resultando em má posição dentária.

Este problema é grave, podendo afetar a capacidade de concentração da criança, criando dificuldades no dormir e comer. Por outro lado, leva a uma baixa autoestima por parte da criança que muitas vezes se sente mal com o estado degradado dos seus dentes e do seu sorriso, fechando a boca constantemente.

Comentários

Os «quatro cavaleiros» da cárie | Para Pais.