O que se pode fazer para evitar e prevenir



• Limpar diariamente os dentes da criança;
• Não deixar que adormeça com o biberão com sumo ou leite;
• Não deixar que chuche por longos períodos de tempo no biberão;
• Dar apenas água se tiver sede à noite (pode-se ir gradualmente diluindo as bebidas em água até que beba apenas água pura);
• Não molhar a chucha em mel ou outros líquidos doces;
• Ir regularmente com a criança ao médico dentista, de preferência precocemente;
• Evitar a infeção cruzada através de uma boa higiene oral dos pais;
• Pensar que o fator tempo é muito importante: quanto mais tempo o dente for exposto a um produto açucarado, maior o risco de cárie. O fator tempo é influenciado pela frequência com que a criança é alimentada e pela duração total das alimentações.

Os pais devem consciencializar-se de que a saúde oral dos seus filhos tem de ser uma preocupação, devendo regularmente levantar o lábio superior e procurar qualquer tipo de descoloração nos dentes da frente. Se existir algo diferente devem consultar um médico dentista.

Estabelecer hábitos alimentares saudáveis desde cedo é essencial – o biberão não deve servir como meio de manipulação ou controlo do comportamento da criança, nem como fator de regressão quando acorda a meio da noite. As recompensas dadas não devem conter açúcar. Quando for suficientemente crescida (a partir do ano de idade), a criança deve ser incentivada a beber por um copo e deixar o biberão.

O melhor tratamento é a prevenção. Claro que os dentes afetados podem ainda ser tratados se a intervenção for precoce e os fatores causais forem eliminados.

«Os dentes adultos saudáveis começam com dentes de leite saudáveis.»

Comentários

O que se pode fazer para evitar e prevenir | Para Pais.