O que fazer face a uma queimadura?



Em linhas gerais, o que é necessário, face a uma queimadura, é atuar sobre o fogo e o calor (diminuindo a temperatura no local queimado e impedindo que alastre) e sobre o risco de intoxicação (assegurando uma boa ventilação ao acidentado, embora relativamente ao fogo em si tenha que haver um abafamento, para impedir que utilize o oxigénio para se propagar).

Se houver um foco de fogo, deve atabafar-se com um cobertor (se não houver um extintor à mão). Relativamente ao vestuário, deve retirar-se logo que possível, mas ter em atenção que o que ficou preso à pele (como algumas fibras sintéticas que derretem) só deverá ser tirado no serviço de urgência, para impedir que os tecidos humanos sejam também retirados.

Aplicar água fria é a melhor maneira de diminuir a temperatura local e impedir que continue a acção do calor na pele e nos tecidos corporais (dez minutos à torneira, podem limitar em muito a profundidade da queimadura).

Algumas queimaduras causam bolhas (tecnicamente chamadas «flictenas»») não deverão ser retiradas a não ser pelos profissionais de saúde. Por fim, nesta ronda geral de medidas essenciais, não esquecer que as queimaduras causam dores violentas deverá assim ser administrado um analgésico.

Convém proteger a pele queimada com gaze normal e levar a criança o mais rapidamente possível a um serviço de urgência.

O uso de manteiga ou outras gorduras deve ser abolido ou pelo menos nunca ser feito antes de diminuir a temperatura local com a água fria.

Comentários

O que fazer face a uma queimadura? | Para Pais.