Na minha primeira consulta pré-natal terá de me ser feito um exame interno?



Não é provável que lhe façam um exame interno na sua primeira consulta.
Há mais ou menos vinte anos, quando os testes de gravidez feitos em casa não eram tão fiáveis e as ecografias não eram tão comuns, um exame interno era a melhor forma de confirmar e datar a gravidez.
A parteira ou o médico colocavam dois dedos na vagina e pressionavam na parte baixa do abdómen com a outra mão, para determinar o tamanho do útero.
Hoje em dia há poucos casos em que seja recomendado um exame interno durante o início da gravidez.
Se tiver uma infecção, como infecção fúngica, um exame interno facilita a observação da vagina para detectar qualquer sinal de infecção e para retirar uma amostra de tecido com uma espécie de cotonete de algodão.
O esfregaço é enviado para um laboratório para examinar e se poder fazer o tratamento adequado.
Se tiver sangramento vaginal, poderá fazer um exame interno com um espéculo (um instrumento com a forma de um bico de pato, usado para testes ginecológicos) para permitir ver o cólo do útero: uma pequena erosão na superfície é uma causa comum de sangramento na gravidez.
Embora os exames internos não sejam agradáveis, é importante tentar descontrair para ajudar os músculos da vagina a relaxar e a alargar, e assim evitar o desconforto.
Muitas mulheres acham que ajuda respirar lenta e regularmente durante o exame.

Comentários

Na minha primeira consulta pré-natal terá de me ser feito um exame interno? | Para Pais.