Mitos sobre o abuso sexual



Tenho de ser franco. Fico (ainda) espantado com a quantidade de asneiras, erros e imprecisões que se ouvem todos os dias nos media, misturando e deturpando palavras e conceitos, veiculando noções e informação falsas e desviadas, acerca da chamada «pedofilia» e do «crime de pedofilia».

Não há pior que informação defeituosa, que gera atitudes e comportamentos também eles errados. E as crianças vítimas de abuso precisam de pessoas que saibam do que estão a falar, e não mais confusões e ignorância. Vamos, pois, desfazer alguns mitos… 19, para ser mais concreto!

1.° Mito

Os pedófilos são criminosos.

Facto

Não. Uma coisa é ser pedófilo, outra é ser um abusador sexual. Os pedófilos são pessoas que têm uma perversão do seu desejo sexual, excitando-se com crianças, que constituem o seu objeto de desejo.

Trata-se de uma parafilia, ou seja, de uma situação classificada ao nível da saúde mental como desviante. No entanto, a maioria dos pedófilos nunca chega a contactar, sequer, com as vítimas, dado que consideram que isso estragaria o seu objeto de desejo.

Outra coisa é ser um abusador sexual e, pedófilo ou não, fazer algo como o que foi referido acima e que vem tipificado na Lei. Não existe, assim, um «crime de pedofilia».
O que existe são crimes contra a liberdade e a autodeterminação sexual.

2.° Mito

O abuso sexual de crianças é um acontecimento raro e pouco frequente.

Facto

Não. É muito frequente, desde o incesto, praticado em casa e, frequentemente, com a conivência, cumplicidade e silêncio de outros membros da família, incluindo as mães, até às violações por pessoas avulsas, que fazem esperas às crianças.

3. ° Mito

Só as raparigas é que são vítimas de abuso sexual.

Facto

Mentira. Podem ser pessoas dos dois sexos, e assiste-se a um aumento dos abusos sobre rapazes, perpetrados por homens ou mesmo por mulheres (algumas vezes as próprias mães).

4. ° Mito

As crianças são violadas porque facilitam e dizem «olá» a estranhos.

Facto

Não. A violação pode acontecer a qualquer criança, e mesmo usando a roupa que usar, ou estando nua, não dá o direito a ninguém de a violar.

5-° Mito

A maioria dos abusos e violações são de «pretos e ciganos» sobre crianças brancas.

Facto

De maneira nenhuma. Em 90% dos casos, o violador é da mesma etnia que a pessoa violada.

6. ° Mito

O violador é um estranho que aparece de repente.

Facto

Mentira. Mais de 90% das violações são cometidas por pessoas que a vítima conhece, e pensa-se que a maioria são cuidadosamente planeadas.

7. ° Mito

Algumas crianças, no fundo, até desejam ser violadas; sonham com isso.

Facto

Erro. A violação envolve um grau tal de violência e de falta de liberdade individual, que nenhuma criança deseja.

8. ° Mito

Isso é coisa de gente pobre…

Facto

Não. O abuso sexual acontece em todas as classes sociais e «nas melhores famílias».

Comentários

Mitos sobre o abuso sexual | Para Pais.