Micose das fraldas



Nas crianças que ainda usam fralda, é vulgar aparecer lesões de vermelhidão intensa e «assadura», com distribuição em «borboleta», na região genital e anal, podendo causar ferida e até sangrar. Estas lesões devem-se à infeção por fungos, geralmente na sequência de irritação, para a qual vários fatores podem contribuir: fricção e maceração, alergia às fraldas, contacto prolongado com a urina ou as fezes (escassa mudança de fraldas), alergia aos cremes ou ao sabonete e produtos de limpeza.

Além das pomadas com vitamina A e óxido de zinco, é necessário colocar também uma pomada com antifúngico, para lá de mudar as fraldas com maior frequência e lavar suavemente com água tépida e sabão neutro.

A medida mais eficaz seria deixar as crianças de «rabo ao léu», dado que o ambiente escuro, húmido e quente das fraldas favorece o crescimento dos fungos. No entanto, esta medida é infelizmente inviável na maior parte do ano e dos contextos.

Comentários

Micose das fraldas | Para Pais.