Mentira por não entender o que se pergunta



Não se tratará propriamente de uma mentira, apenas de um mal-entendido. «Lavaste os dentes?» «Sim!» «Não lavaste nada.» «Lavei.» «Estás a mentir!»
Não tinha lavado, mas tinha…, ou seja, nesse dia, a que se referia a pergunta dos pais, não tinha, mas tinha lavado na véspera e confundira as coisas. A pergunta correta deveria ter sido: «Lavaste os dentes agora?»

Os gestos rotineiros são tão habituais que não retemos grande memória deles: responda, Leitor: O que almoçou há três dias? E ontem?

Por esse motivo, antes de a criança ganhar uma noção do tempo, por exemplo, há que lhe dizer as coisas em linguagem entendível.

Não saberá o que são três dias, mas talvez entenda o que é fazer ó-ó três vezes.

Comentários

Mentira por não entender o que se pergunta | Para Pais.