Mastigar bem é começar bem



Há quem pense que comer é só ligar ao que se come e que, por exemplo, uma boa alimentação reside apenas no que se escolhe para pôr no prato Contudo, há bastantes mais coisas que são importantes, ou mesmo fundamentais, para que a alimentação se faça de uma maneira correta. A forma coma se mastiga é uma delas.

Quando falamos de crianças, e dos bons hábitos que devem adquirir precocemente, há que não esquecer a mastigação, e começa logo que o médico indique, a dar alimentos menos triturados e passados, mesmo que isso cause alguma inquietação e «provas de força»

O uso da colher e mais tarde, dos outros talheres, em contraponto com o biberão, ajuda a criança a aprender este excelente hábito.

É também por ser necessária a mastigação e o desenvolvimento do mecanismo de mastigar (que envolve os músculos da boca, a língua, os dentes e a produção de saliva) que os boiões pré-cozinhados só devem ser reservados para certas ocasiões, como viagens, idas a casa de amigos ou um ataque súbito de preguiça por parte dos pais.

Também é importante pensar que uma boa saúde oral é indispensável para uma boa mastigação. Uma pessoa com cáries, dores de dentes, dentes que se esboroam, aftas, etc., terá muito menos vontade de mastigar.

E, assim, deixo-vos um bocadinho a «mastigar no assunto»…

É consensual, entre os cientistas e nutricionistas, que a digestão começa mesmo antes de comermos.

Poderá parecer estranho, mas quando cheiramos os alimentos, quando os vemos e quando eles nos parecem desejáveis (às vezes basta alguém estar a descrevê-los. numa conversa trivial) a nossa digestão está a ter início. E isto porque imediatamente se começa a segregar saliva (e até exclamamos «já estou a ficar com água na boca…»).

Não é água. É saliva. A saliva tem várias funções, desde o equilíbrio da acidez da cavidade oral (sendo, por isso, um dos grandes fatores que combatem a ação dos ácidos produzidos pelas bactérias da cárie dentária), à manutenção da humidade ideal para o funcionamento da boca, para podermos falar sem ficarmos «com os lábios e os dentes colados» e, claro, à digestão.

Comentários

Mastigar bem é começar bem | Para Pais.