Massagem



Não é por deixar de ser bebé que a criança deixa de precisar do contacto «pele com pele».

É preciso dizer aos nossos filhos que os abraços não são feitos apenas para recompensar atos bons ou para descarregar saudades -são atos de amor e devem acontecer «sempre que uma pessoa quiser». Por isso, em qualquer idade, mas nesta, do 1 aos 5, em que as crianças se sentem tantas vezes ansiosas com medo do abandono (especialmente depois dos 2), é importante que tenhamos tempo para continuar a fazer-lhes uma massagem, seja depois do banho, seja à hora de deitar. Uma massagem bem-feita é bidirecional.

Dá prazer e acalma quem é massajado, mas também quem faz a massagem. E um momento de uma enorme troca de energia e de equilíbrio. Não tenhamos, pois, receio de acarinhar, tocar e dar beijinhos e massagens aos nossos filhos. Eles gostam. Nós gostamos.

Porque não, então?
A massagem deve ser feita com um óleo ou creme corporal e:

• As mãos devem estar sempre molhadas, para que não faça demasiada fricção, o que poderia causar alguma lesão na pele;

• Se a criança tem frio, vão fazendo a massagem por partes, de modo a que nunca esteja despida;

• Com a criança deitada de costas, massajem lentamente a parte da frente do corpo, falando com ela. Se quiserem pôr uma música calma, ambiente (de preferência clássica – Bach ou qualquer música barroca, Mozart. ou um jazz calmo) – irão ver o vosso filho distender e ficarão os pais, também, encantados;

• Massajem a cabeça, o pescoço, os ombros e os braços, descendo ao longo deles, apertando devagarinho, suavemente, e depois o peito e a barriga, seguindo as curvas das costelas. A barriga deverá ser massajada em movimentos circulares a começar no umbigo e em espiral, no sentido dos ponteiros do relógio;

• Finalmente desçam pelas coxas até aos pés, que deverão ser massajados na parte da frente e nos lados e planta do pé.

Se virem que, a qualquer instante, a criança mostra desagrado, pode ser que tenha tido alguma dor (e deverão consolá-la e eventualmente fazer a massagem mais suavemente), ou pode ser que esteja cansada ou com fome. De qualquer maneira, seja por que razão for, significa que, nesse dia ou nesse momento, é melhor parar.

Comentários

Massagem | Para Pais.