Hipertensão



Excetuando algumas situações em que pode surgir hipertensão de causa cardíaca numa fase muito precoce da vida (como a coartação da aorta), a maioria dos casos de hipertensão infantil surgem apenas depois dos 4 anos de idade, altura em que o programa de vigilância da saúde recomenda a primeira medição.

Uma medição avulsa, salvo se os valores forem completamente bizarros, não faz o diagnóstico, mas pode chamar a atenção para a necessidade de repetir e monitorizar a tensão. As hipertensões nas crianças são de origem renal ou cardíaca, mas as pressões elevadas podem não ter qualquer causa e serem já o início das hipertensões da adultícia, as quais não têm qualquer causa aparente.

A prevenção precoce evita a deterioração que uma atitude mais adiada não consegue evitar. A sobrecarga diária das artérias a pressões elevadas deteriora as camadas celulares, muda o perfil dos vasos e altera a irrigação normal dos tecidos. Se o médico-assistente identificar um episódio de hipertensão proporá decerto um plano de medições, antes de decidir por exames complementares ou estudos subsequentes. Existem curvas de percentis de tensão arterial corrigidas para a idade, sexo, peso e estatura da criança.

Comentários

Hipertensão | Para Pais.