Gânglios aumentados ou «adenomegálias»



Chama-se «adenomegália» ao aumento ao volume de um gânglio. E, se isso acontecer, embora a larguíssima maioria dos casos corresponda a situações banais e passageiras, há no entanto que pensar no que estará a causar essa alteração.

Quando existe um aumento do volume ganglionar podem observar-se sintomas dependentes:

  • do processo que se está a desenvolver no próprio gânglio (calor, dor, vermelhidão, amolecimento, etc.).
  • da localização do gânglio (dor ao estender a cabeça, espasmo do músculo esternocleidomastóideo (lembram-se do Vasco Santana, no «exame de anatomia» da Canção de Lisboa?), com dor no pescoço tipo torcicolo, dor ao engolir, rouquidão, tosse, dificuldade respiratória, claudicação dos membros inferiores, retração em flexão da anca, dores abdominais dificilmente diferenciáveis da dor da apendicite aguda, etc.).
  • da doença que está por detrás do aparecimento do aumento do gânglio (febre, palidez, icterícia, aumento do volume do baço ou do fígado e muitos outros).

As adenomegálias devem, assim, ser sempre consideradas e valorizadas como parte integrante de um quadro clínico que importa esclarecer e não isoladamente.

Comentários

Gânglios aumentados ou «adenomegálias» | Para Pais.