Filhos de pais separados



A separação e o divórcio são situações frequentes na sociedade atual. Aliás, é bom habituarmo-nos a que existem cada vez mais e mais formas de família e que a chamada tradicional pai, mãe e filhos habitando no mesmo lar – não é a única forma de organização deste ecossistema.

Uma família divorciada pode continuar a ser uma família. Note-se que não se defende, de forma alguma, que as pessoas se separem a torto e a direito. Mais, creio que ter filhos deverá ser um fator de ponderação, que obrigue a pensar «duas vezes».

No entanto, pondo a questão em termos muito simples, mais vale um bom divórcio do que um mau casamento… e mais vale uma separação a tempo e horas do que entrar num ciclo de deterioração da vida em comum, com risco de aumento da agressividade e da violência entre as pessoas que habitam a mesma casa. E as crianças são as primeiras a sofrer e muito com este tipo de situação.

Comentários

Filhos de pais separados | Para Pais.