Posts found under: Doenças

Tuberculose

A tuberculose é uma das doenças infeciosas mais antigas e, apesar do imenso que se tem conseguido nos programas de luta, continua a ser, a nível mundial, uma das situações que mais vítimas causa. Em Portugal, os números têm baixado, graças à grande elevação do nível de vida, ao incomparavelmente melhor grau de nutrição e […]

Ler Mais...

Tosse convulsa (ou situações semelhantes)

A tosse convulsa é causada por uma bactéria. Dado que as crianças se vacinam, é agora muito rara. No entanto, outras bactérias aparentadas, não abrangidas pela vacinação, ou vírus, como o adenovírus, e outros organismos como o Mycoplasma ou clamídia, podem causar sintomas clinicamente indistinguíveis. O que caracteriza a tosse convulsa é a tosse, por […]

Ler Mais...

Tosse

Uma criança com tosse é uma situação aborrecida e causadora de ansiedade. Não há sintoma mais maçador, sobretudo a tosse irritativa, insistente, por ataques. Porém, ao contrário do que possa parecer, a maioria das tosses são uma defesa do organismo e, como tal, devem ser respeitadas, mesmo que possam durar bastante tempo. Outras vezes, sobretudo […]

Ler Mais...

Torcicolo

O torcicolo é um espasmo do músculo esternocleidomastóideo ou, mais raramente, de outros grupos musculares do pescoço, causados por maus jeitos, inflamações da garganta, traumatismos, esforços quando de atividades desportivas ou golpes de frio. O espasmo muscular provoca a mudança de posição da cabeça, com inclinação para um dos lados. Repor a posição normal causa […]

Ler Mais...

Tinha

Ao contrario do que algumas pessoas pensam, a tinha não é provocada por um parasita, mas sim por um fungo, que afeta o couro cabeludo, deixando uma marca redonda, acorderosada, com uma parte externa mais escamativa, e uma interna muito mais macia e regular. As lesões não são exclusivas do escalpe, podendo aparecer em qualquer […]

Ler Mais...

Testículo não descido

Se, após os 12 meses de vida, um ou ambos os testículos não se encontram nas bolsas escrotais, a criança deverá ser observada por um cirurgião pediatra, dado que a probabilidade de descerem já será muito pequena, devendo começar a avaliar-se o caso para eventual correção cirúrgica. Se a criança, aos 12 meses, tiver comprovadamente […]

Ler Mais...
Doenças | Para Pais.