Dermatite das fraldas



É vulgar aparecer nos bebés pequenos, lesões de vermelhidão e «assadura» na região genital e anal. Estas lesões devem-se geralmente a irritação, para a qual vários fatores podem contribuir: fricção e maceração, alergia às fraldas, contacto prolongado com a urina ou as fezes (escassa mudança de fraldas), alergia aos cremes ou ao sabonete e produtos de limpeza, podendo infectar-se secundariamente por bactérias ou por fungos, etc…

Os pais conhecem já muitos cremes que podem aplicar, a maioria das vezes à base de vitamina A e óxido de zinco, e que resolvem o problema, sobretudo se houver o cuidado de mudar as fraldas com alguma frequência e lavar suavemente com água tépida e sabão neutro. As fraldas com plástico oclusivo não deverão ser usadas nesta altura – são preferíveis as fraldas descartáveis.

Por vezes a pele infecta-se com fungos e fica então muito encarnada, podendo até pelar e fazer autênticas feridas. Nessa altura é necessário aplicar um creme antifúngico, existindo vários no mercado Se não passar ou se a lesão for muito grave, então deve consultar-se o médico assistente, para ver se não há já bactérias envolvidas na ferida e, se assim for, a necessitar de tratamentos locais com antibióticos.

A medida mais eficaz: deixar os bebés de «rabo ao léu», apesar de inviável na maior parte do ano e dos contextos…

Comentários

Dermatite das fraldas | Para Pais.