Como é que o ovo é liberto e fertilizado?



Depois da menstruação o corpo segrega uma hormona folículo estimulante (HFE), que actua nos ovários para amadurecer um folículo que contém um óvulo.
Na altura da ovulação, um aumento no nível da hormona luteizante (HL) apressa libertação de um óvulo do ovário, o qual viaja para as trompas de Falópio para esperar a fertilização por um espermatozóide.
Em cada ejaculação são libertos até 300 milhões de espermatozóides e desses, só cerca de 200 chegam às trompas de Falópio Estes espermatozóides correm em massa para o óvulo e muitos os deles podem prender-se à sua superfície.
Nesta fase, as caudas e as cabeças dos espermatozóides separam-se e libertam enzimas que os ajudam a furar o óvulo.
Contudo, só um espermatozóide pode penetrar a parte mais interior do óvulo chamada oócito logo que o ovulo e o espermatozóide se fundem com sucesso, deu-se a fertilização e o zigoto começa a dividir-se.

Comentários

Como é que o ovo é liberto e fertilizado? | Para Pais.