Posts found under: Bebé

Como detetar?

A detecção precoce do testículo não-descido faz-se através palpação dos testículos e a confirmação da sua localização nas bolsas escrotais. A observação é mais fácil no recém-nascido, pois o escroto é maior, a gordura subcutânea mínima e o reflexo do cremaster (o que provoca o testículo retrátil) está ausente. A palpação para ser efectuada de […]

Ler Mais...

Razões para fazer o diagnóstico precoce do testículo não-descido

Há vários motivos que justificam um diagnóstico precoce do testículo não-descido, com vista ao seu tratamento: – reduzir a taxa de infertilidade – reduzir a incidência de cancro testicular – possibilitar a monitorização do eventual aparecimento de cancro – diagnóstico da agenesia testicular (ausência) ou de ectopia (migração para outro lado) – reduzir o risco […]

Ler Mais...

Genitais

O que é um testículo não-descido? Diz-se que uma criança tem «testículo não-descido» quando um ou ambos os testículos não se encontram na sua posição normal no escroto. Trata-se de uma das anomalias congénitas mais comuns nos bebés do sexo masculino, sendo a perturbação da diferenciação sexual mais frequente. A situação é bilateral em 10 […]

Ler Mais...

Quais são os meios de prevenção?

O tratamento adequado das infecções localizadas pode evitar as septicemias. As vacinas, como as que existem contra o haemophilus influenzae, o pneumococo ou o meningococo C, reduzem a incidência destas doenças e, portanto, a possibilidade de septicemia. Por outro lado, quando existe um caso detectado, numa escola, infantário ou local de trabalho, a profilaxia feita […]

Ler Mais...

Como fazer o tratamento e realizar o prognóstico?

Uma septicemia exige imediato internamento hospitalar, numa unidade de cuidados intensivos ou de infecciologia especializada. De imediato são colocados soros para manter a tensão arterial, é dado oxigénio, administrados antibióticos, corticóides, e outros fármacos de urgência. O choque séptico tem uma mortalidade muito elevada (superior a 50%), estando muito dependente da precocidade do início do […]

Ler Mais...

Carência de ferro

A carência de ferro é, nos países afluentes, o desvio nutricional mais comum na primeira infância. A carência de ferro pode ocorrer sem outras carências alimentares associadas. A anemia ferropénica não é a manifestação mais precoce da carência de ferro. Antes de atingir esta fase, a criança passa por duas etapas: uma de esgotamento dos […]

Ler Mais...
Bebé | Para Pais.