Avaliação do peso



A avaliação do peso faz-se habitualmente pela pesagem. Para uma pesagem ser correta é necessário observar algumas regras:

• A balança tem que estar calibrada. Pode acontecer a balança descalibrar-se, sobretudo se não é utilizada durante um período mais ou menos longo de tempo ou se antes foi pesada uma criança particularmente irrequieta. Um erro de 100 ou 200 gramas pode ser determinante numa criança de poucos meses de idade; no que se refere às balanças ditas «de casa de banho», não são próprias para bebés com menos de um ano de vida.

• A criança deve estar inteiramente despida. Só assim é possível comparar, com rigor, os diferentes pesos ao longo do tempo. Em alguns locais, onde as condições de aquecimento não são boas, é aceitável que a criança seja pesada com uma peça de vestuário que, contudo, dever ser leve e sempre a mesma.
Esse facto deve ser analisado quando se regista no Boletim ou noutro local o peso da criança.

• Nos primeiros meses de vida, a pesagem deverá idealmente ser feita antes da mamada, a fim de evitar variações dependentes das quantidades de leite ingerido; a partir dos 15 kg de peso, ou quando, mesmo sem atingir este peso, se torna difícil manter a criança calma sobre a balança, deve-se optar pela balança de chão (também chamadas balanças «de casa de banho»); após os 6 meses o valor em gramas dever ser arredondado às 100 gramas.

• No caso de a criança estar particularmente irrequieta e ser impossível obter uma estabilização do cursor, uma solução poder ser pesá-la ao colo dos pai depois subtrair o peso do adulto isoladamente; obviamente que o valor assim obtido pode contar com uma margem considerável de erro, pelo que se deve considerar, nestes casos, se há realmente necessidade de pesagem nesse dia; tão importante como a pesagem é o registo do valor do peso no gráfico de percentis, a fim de obter uma curva de peso, elemento muito importante na avaliação do crescimento de uma criança.

Comentários

Avaliação do peso | Para Pais.