Anemias



Uma anemia é uma situação em que o valor absoluto da hemoglobina está baixo. Como a hemoglobina é que transporta o oxigénio para as células, a consequência é uma redução da oxigenação dos tecidos. A anemia nem sempre se acompanha de uma baixa do número de glóbulos vermelhos.

Passadas as anemias do primeiro ano de vida, relacionadas com a fase de crescimento mais rápido e a dieta mais exclusiva em leite, no grupo etário dos 1-5 anos a causa principal de anemia são as parasitoses. Os erros dietéticos – por carência de alimentos com ferro ou vitamina B12 -, podem surgir em dietas vegetarianas radicais sem suplementação ou na malnutrição.

Outros casos mais raros são hemorragias crónicas (por gastrite ou doença inflamatória do intestino, por exemplo) ou leucemias.

A causa pode ainda ser alguma doença das hemoglobinas (talassemia, drepanocitose), que são frequentes na metade sul de Portugal, em que existe uma destruição prematura dos glóbulos vermelhos (antes dos cerca de 120 dias da sua vida média) ou mau funcionamento da medula óssea (aplasias) por tóxicos, medicamentos ou tumores (leucemias).

As crianças com anemia apresentam-se pálidas, com sinais funcionais (falta de forças, cansaço, desinteresse afetivo e pelos brinquedos), tristeza, alterações do humor, falta de apetite, aumento da frequência cardíaca. Depois, conforme a causa, podem surgir sintomas específicos, como icterícia, aumento do baço, urina escura, desmaios, entre outros.
A pesquisa de anemia faz parte dos exames de vigilância da saúde. Os métodos de diagnóstico a usar e o tratamento dependem da causa e das situações associadas.

Comentários

Anemias | Para Pais.