Algumas questões



Freio da língua

Aquilo a que se chama habitualmente «freio da língua» e que provoca, quando curto, uma situação que se designa por «língua presa», é nem mais nem menos do que um espessamento dos músculos génio-hioglóssicos, mesmo na parte central da língua, formando uma prega vertical. Pode ser uma coisa muito ligeira (apenas uma pequena membrana), ou um espessamento razoável.
Neste último caso pode impedir que a língua saia normalmente da boca, prejudicando a deglutição e a fala (nos recém-nascidos normais, a língua é sempre pequena).

A principal alteração da fala que se atribui ao freio da língua é a criança ficar «ciosa», com dificuldade de pronunciação de certas letras (N, L, T, D – «sopinha de massa»).
Embora não seja um problema de maior, há que pensar que estamos numa era de comunicação e que tudo o que possa prejudicar esta, poderá ter efeitos no relacionamento e na auto-estima da
criança, quer em casa, quer na sua vida escolar e pública.

Na dúvida, o cirurgião pediatra dirá se é melhor fazer o corte do freio, o que, a fazer, é rápido e instantâneo, sem quaisquer perigos, se for feito nas primeiras semanas de vida.

Comentários

Algumas questões | Para Pais.